segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Desejos de Natal.

Estou feliz porque estão a terminar as aulas. 
Estou feliz porque vou fazer as malas. 
Vou para o mundo da fantasia. 
Vou viver a vida em paz e na alegria. 
Serei feliz este Natal. 
Serei amigo e banal. 
Não me vou deixar abater. 
Este natal eu quero viver.

sábado, 10 de dezembro de 2011

A Dança do Pintinho Piu.


VALE A PENA VER :D
GRANDE ARTISTA  VEJAM.

Natal

Ás vezes penso que devia ser Natal todos os dias, 
Haver paz e acabar com as tropelias. 
Parar a fome e a doença, 
Semear nos nossos lares a semente da bondade. 
E agradecer a Deus por ter uma família e uma pessoa que se preocupa connosco.  
 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Memórias

Um dia vim, um dia fui, e neste dia voltei,
E volto para soltar a maldade do meu coração.
E faço do meu choro uma lei por todos a cumprir,
Que a desgraça caia em vós,
E que o poder caia todo em mim.
Perdi uma luz e fiquei perdido, cego pela saudade cometi erros de que me arrependo.
Mas agora sei que não estou sozinho tenho-a a si...Maria José Meireles.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Em conjunto com a "Activision" a "infinity ward" está a criar a mais recente série do jogo "Call of Duty" chamado "Call of Duty - Modern Warfare 3, promete trazer muita aventura e diversão, já conhecido pela sua fama esperamos que seja mais um grande jogo.
Está disponível para computadores para a XBOX360 entre outros.
Sempre foi o meu jogo favorito o "Call of Duty" para mim o melhor jogo do mundo!!!
Deixo-vos o trailer do jogo que está previsto que saia em 11-08-2011. 


Call of Duty:Black Ops Gameplay with commentary by xjawz

Dia Mundial da Criança...

Olhava o sol na minha varanda, escutava a música da banda as notas musicais a soar ao vento.
Então apareceu-me uma criança, olhei-a com esperança, olhei seus olhos azuis cor do céu.
Sua lágrima transparente como a água que vai no rio.
Seu sorriso, lábios doces e inocentes, a beleza de uma criança.
Olhei suas, mãos nelas vi o mundo inteiro : guerras e homicídios, violação e violência, a paz a ser queimada tudo isso eu vi reflectido no seu coração.
Este poema eu dedico a todos os anjos da terra com suas asas de penas brancas como pétalas de rosa.
Esses anjos são...as Crianças.

Vingança

Vingança é o fim, a matança...
Vingança é a noite e a escuridão...
Vingança é a destruidora da esperança...
Vingança é guiada pela ganância...
Vingança é o amor e a amizade destruídos...
Vingança é o suspiro que vem do coração e que espalha a destruição...
Eu sou a Vingança, a tua cruz, a tua alma espetada na minha lança.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Desabafo aos "Quatro Ventos"

Aos "Quatro Ventos" gritei bem alto para a minha culpa aliviar...
Aos "Quatro Ventos" falei para me consolar...
Aos "Quatro Ventos" segredei que a minha...
Aos "Quatro Ventos" caminhei nas pedras e na areia evaporei...
Aos "Quatro Ventos" chorei para a minha alma limpar...
Aos "Quatro Ventos" pedi um chão para dormir...
Aos "Quatro Ventos" velejei em busca da escuridão...
Aos "Quatro Ventos" desabafei a minha mente aliviei...
Aos "Quatro Ventos" mergulhei na morte e no castigo.

Caminhar...

 O meu caminho segui em pensamentos eu li  os meus sonhos.
 Escavei um buraco e fiz estragos demoli os meus sonhos as minhas amizades e a minha vida. "Matei" corações alegrias destruí, meu sorriso de criança num grito se transformou ganhei asas para voar confrontei-me com Deus, ele mas-ia cortar, escondi-me na sombra e caminhei pelo escuro a vaguear, a minha vela apagou-se, a minha vida caiu na falésia do pecado, os olhos fechei...
 E agora ao procurar uma luz no coração construo uma estrada em direcção ao perdão.

Perdi-me nas Trevas

 Estou nas trevas, nas trevas estou não fiz o que devia para a minha alegria, perdi-me na loucura e agi sem pensar. Fiz o que queria com liberdade dei asas ao meu rancor, no fim arrependo-me e no peito uma dor.
 Perdi-me nas trevas sem um ponto de luz ás escuras eu ando sem fim ao caminho.
 Orgulhei-me dos meus erros inconsciente dos perigos.
 Os outros ignorei na solidão me guardei.
 Fiquei desinteressado tinha as minhas atitudes a meu ver.
 Numa rosa cheia de espinhos me transformei enchi de buracos o meu caminho.
 Uma lágrima a escorrer por mim e que ao passar limpa o meu coração.
 Perdi-me nas trevas, perdi-me na escuridão.